Maratona Literária: Desafio Diário #1 - Carta

by - julho 29, 2013



Querida Pollyanna,

Em primeiro lugar, quero te agradecer por ter me ensinado o "jogo do contente" e te contar que tenho jogado desde aquela tarde em que brincamos juntas quando você me contou o caso das muletinhas.

Hoje poderia ser um dia qualquer, como aqueles dias em que não nos importamos com o brilho do céu ou com as gotinhas de chuva que insistem em cair. O caso é, que este dia é um dia diferente para mim, é o dia de te escrever e poder te contar o quão maravilhoso é saber que sou sua amiga. Sim, eu já te considero minha amiga desde aquela tarde mágica.

Polly você não tem ideia de quantos sorrisos me foi permitido entregar desde que te conheci. Tenho tentado ensinar este jogo tão lindo aos que me cercam e assim como você, poder mostrar o lado bom das coisas que nos acontecem. E, por falar no lado bom das coisas, você não vai acreditar! Eu li O Lado Bom da Vida e pensei em você o tempo todo. Acho que o Pat adoraria te conhecer e certamente algum dia escreverei para ele te apresentando.

Quero falar também, que não tenho vergonha alguma de falar que minha admiração por sua coragem, garra e força só cresceu ao longo do tempo. Ter uma amiga como você, é como ter sempre um arco-íris no céu.

Desejo de verdade, que seu caminho seja florido e iluminado. E, que sempre haja sorrisos e alguém para jogar contigo o nosso jogo maravilhoso.

Com amor,
Ana



You May Also Like

0 comentários