Do Livro ao Filme: O Lado Bom da Vida

by - outubro 25, 2013

Eu não sei se vocês se lembram, mas eu já postei a resenha do livro O Lado Bom da Vida a algum tempinho por aqui (clique para conferir). Logo após ler o livro eu assisti ao filme, eu realmente estava super ansiosa para ver a adaptação, afinal eu tinha amado a história e os personagens.

Porém, acredito que eu tenha ido com sede demais ao pote e acabei por me decepcionar um pouquinho. Não é não tenha gostado, longe disto, mas as propostas são totalmente diferentes e eu esperava ver um dramalhão e acabei vendo uma comédia romântica.

Considerei o fato de que o filme em si venderia muito mais na forma escolhida do que se tivesse seguido exatamente o enredo do livro e me diverti pra caramba. O filme se tornou um queridinho também, ele trouxe a leveza necessária que a história pedia e contou com um elenco maravilhoso interpretando os papéis. 

Se entendermos que adaptação cinematográfica não é colocar atores fazendo e falando exatamente o que está escrito no texto do livro, tenho certeza que toda aquela coisa de "ai meu Deus, isto está errado" cairá por terra. Adaptar é dar vida a história escrito e algumas vezes as mudanças são necessárias, como neste caso.

Sinopse do filme:

Por conta de algumas atitudes erradas que deixaram as pessoas de seu trabalho assustadas, Pat Solitano Jr. (Bradley Cooper) perdeu quase tudo na vida: sua casa, o emprego e o casamento. Depois de passar um tempo internado em um sanatório, ele acaba saindo de lá para voltar a morar com os pais. Decidido a reconstruir sua vida, ele acredita ser possível passar por cima de todos os problemas do passado recente e até reconquistar a ex-esposa. Embora seu temperamento ainda inspire cuidados, um casal amigo o convida para jantar e nesta noite ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence), uma mulher também problemática que poderá provocar mudanças significativas em seus planos futuros. (Fonte: Adoro Cinema).

Comparação:

Para ser um pouco mais objetiva, eu vou apontar alguns pontos em relação as diferenças que observei. 

(ATENÇÃO: a partir deste ponto poderá conter alguns spoilers - nada muito grave - sobretudo se você não leu ou ainda não viu o filme).

  • O livro é narrado em primeira pessoa, como se fosse um diário porque nos vamos acompanhando a vida de Pat dia após dia. Pat Peoples esse é seu nome no livro. Já no filme, nós vamos conhecer um pouco mais dos outros personagens, nós saimos da visão do Pat, para ver exatamente as pessoas como elas são. No filme, o nome dele é Pat Solatano.
  • A relação entre o pai e filho é bem diferente. Enquanto no livro eles mal se falam, no filme eles possuem uma proximidade.
  • No filme, o tempo que Pat fica internado é de apenas 8 meses, no livro são 4 anos.
  • Danny, amigo de Pat, assume um papel importantíssimo no filme, não que ele não aparecesse no livro, mas sua participação é mínima se comparado a adaptação. Já o irmão de Pat, perde um pouco do espaço que lhe é atribuido pelo livro.
  • A música: Simplesmente mudaram a música e isso eu realmente senti falta. Quando eu li o livro eu coloquei a música pra tocar diversas vezes enquanto lia uma determinada parte e aí, é claro, que ela ficou marcada na história. Quando eu vi que eles tiraram Total Eclipse of the Heart me decepcionei um tantão. Eu esperava esta música <3. Além disto, eu realmente prefiro os dois dançando em minha imaginação do que no filme.

Bom, estes foram os pontos que eu julguei mais importante detalhar. No final das contas foi um bom filme, mas são duas propostas totalmente diferentes baseadas em uma determinada história. Pensando assim, chego a conclusão que tanto faz a ordem neste caso, ou seja, ver o filme primeiro ou ler o livro. Ok, eu sempre prefiro ler o livro antes, mas em O Lado Bom da Vida, acho que tanto faz. Se você gosta de uma boa comédia romântica bem sessão da tarde, o filme é uma boa pedida. Agora se você estiver preparado para embarcar numa história pura e profunda, quase tão real quanto um depoimento, leia o livro e se emocione, muito!

Até a próxima!

You May Also Like

2 comentários

  1. Ah, adoro o filme, mas ainda não li o livro. Quero fazer isso logo e depois conto a minha opinião sobre a comparação...

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, eu curti muito os dois, mas se eu tiver que escolher um, fico com o livro <3. E, não esquece de me contar suas impressões, viu?

      Beijos!

      Excluir