A Fenda Branca - Jaclyn Moriarty

by - janeiro 01, 2015

TÍTULO: A Fenda Branca
SÉRIE: As Cores de Madeleine
Autora: Jaclyn Moriarty
EDITORA: V&R
ANO: 2014
PÁGINAS: 335
ISBN: 9788576836247
Sinopse: Uma fenda é o elo que une o mundo real e o reino onde as Cores têm vida própria: algumas são perigosas e até podem atacar. Madeleine e Elliot, cada um em um lado, iniciam uma curiosa correspondência que irá revelar uma saída para um universo paralelo onde tudo é possível, especialmente a magia. Original, inteligente e agradável, este livro é um tesouro que vai encantar tanto os leitores de ficção realista quanto os de fantasia.   (Skoob).
Jaclyn Moriarty é uma dos mais originais autoras que já tive o prazer de conhecer. Os mistérios desta história e o mundo criado por ela são incríveis e me deixou com um gostinho de quero mais.


A sinopse de A Fenda Branca é surreal e totalmente intrigante. No começo da leitura eu estava me sentindo totalmente perdida, era como se eu tivesse sido lançada em mundo mágico, repleto de personagens cativantes e tivesse que descobrir como tudo funcionava por ali. Mesmo nas partes onde a história se passava no mundo real era um tanto confuso, mas uma confusão confortável.

Apesar desta dificuldade de situação, eu realmente fui capturada e o tempo inteiro me desesperava para saber o que estava acontecendo ali. Sem dúvida, a narrativa da autora e os personagens simpáticos me prenderam e mesmo quando eu não estava lendo, me pegava pensando neles.  

Neste livro há dois mundos: o real, se passa em Cambridge na Inglaterra, e o mundo mágico, o Reino de Cello, mais especificamente, em Fogueira. Em cada um destes mundos os personagens principais são adolescentes, Madeleine que fugiu de seu pai e Elliot que perdeu o seu pai. Eu amei a construção destes personagens e a forma como eles se completam, até mesmo seus problemas são espelhados.

Elliot e Madeleine encontram uma fenda, uma rachadura em seus mundos e conseguem se comunicar através de cartas. A partir deste ponto eu simplesmente não conseguia largar mais o livro.

Esta história é tão maravilhosamente diferente de tudo o que já li que chego a ficar com um sorriso bobo nos lábios ao me lembrar de tudo. É uma história sobre crescimento, relacionamentos, imaginação, realidade e um pouco mais. Entre momentos surreais e loucamente empolgantes, Jaclyn nos fala sobre a verdade, a saudade, a justiça, a vida, a perda e o sofrimento.

Como se já não bastasse a criatividade e a imaginação desta história, a autora nos brinda com uma das narrativas mais viciantes que já tive contato. A Fenda Branca é narrado ora em terceira pessoa, ora em primeira, ora através de cartas, notas de jornais e bilhetes e ora através de prosa. É a bagunça mais saudável e cativante que já mergulhei.

Além disto, os muitos personagens são extremamente bem construídos e até mesmo aqueles secundários que mal aparecem disputam nossa atenção. Eu simplesmente ADOREI todas as passagens onde as princesas apareceram e espero que no próximo livro elas ganhem um destaque ainda maior.

Bom, super recomendo a leitura deste livro e já estou ansiando para ter em mãos o segundo volume, As Fendas do Reino, e assim poder desfrutar de uma experiência tão mágica quanto foi ler este primeiro livro.


*Livro cedido pela editora para resenha.

You May Also Like

0 comentários