Half Bad - Sally Green

by - fevereiro 05, 2015

TÍTULO: Half Bad
SÉRIE: Meia Vida
Autora: Sally Green
EDITORA: Intrínseca
ANO: 2014
PÁGINAS:304
ISBN: 9788580575590
Sinopse: Nathan, filho de uma bruxa da Luz com o mais poderoso e cruel bruxo das Sombras. O adolescente vive com a avó e os meios-irmãos e é visto como uma aberração por seus pares. O Conselho dos Bruxos da Luz vê nele uma ameaça, que precisa ser domada ou exterminada. Prestes a completar dezessete anos – época em que todos os bruxos passam por uma cerimônia em que seu dom é finalmente revelado bem, como sua denominação como bruxo da Luz ou das Sombras –, agora Nathan terá que correr contra o tempo para achar o pai, que jamais teve oportunidade de conhecer, e salvar a própria pele.  (Skoob).
Este livro me cativou desde as primeiras páginas. Não estou exagerando quando  digo que ele tem um dos melhores começos que já li, é impossível não ansiar por saber o que está acontecendo logo após ler o primeiro capítulo.
 
Eu não sei você, mas eu nunca li um livro onde há partes que a narração descreve como se você estivesse dentro da história. Isto me prendeu e me deixou impressionada desde o comecinho.
 
Half Bad traz aquelas histórias onde há uma cena atual e alguns flashbacks para nos contar o que aconteceu até chegar naquele ponto e depois segue o desenrolar da trama. Foi uma pena que a empolgação foi esfriando ao chegar na metade da leitura. Gradativamente a vontade de seguir lendo foi diminuindo, mas, apesar disto, ao chegar no final do livro a autora me prendeu novamente e me deixou curiosa para saber o que acontecerá nos próximos livros. 
 
Sally Green apresenta muito bem o protagonista, Nathan, e nos faz conhecer desde a sua infância até o momento atual, sua adolescência, de um modo que nos faz nos conectar com o personagem. Ao mesmo tempo, ela nos introduz pouco a pouco em seu mundo de bruxos, meios bruxos e félix (humanos normais) e nos explica as regras de convivência entre eles. Nós também vemos que há diferenças entre os bruxos da luz e os bruxos das sombras e, é claro que Nathan é super especial porque é filho de um bruxo famoso das sombras com uma bruxa da luz, o que faz com que a sociedade bruxa se pergunte o tempo todo para que lado ele irá. Sinceramente eu gostei bastante do mundo criado pela Sally e mal posso esperar para descobrir mais coisas sobre ele nos próximos livros. 
 
Outra coisa que me chamou muito a atenção, foi que a autora não economiza nas cenas de violência e isto faz com que o livro saia um pouco do ambiente juvenil e alcance os livros adultos. Porém, ela deixa a desejar quanto aos personagens secundários, é como se eles fossem meros figurantes sem importância, mas espero ver mais deles nos próximos livros. 
 
No todo, eu gostei bastante de Half Bad porque há muita ação e achei sensacional a forma como vemos o crescimento de Nathan, todo o seu descobrimento particular e sua confusão entre ser bom ou mau só favorece e muito a história. 
 
Como já disse acima, foi fácil me conectar com Nathan e até mesmo sentir tudo o que estava sendo narrado. Os capítulos são curtos e quando damos por si, já estamos no final. Sem dúvida nenhuma este livro é um daqueles que ao terminar já desejamos fervorosamente a continuação. 
 
Recomendo muitíssimo este livro, sobretudo para os fãs de magia e fantasia.



 *Livro cedido para resenha pela editora.

You May Also Like

0 comentários