Annie - Thomas Meehan

by - março 06, 2015

TÍTULO: Annie
SÉRIE: -
Autor: Thomas Meehan
EDITORA: Intrínseca
ANO: 2014
PÁGINAS: 208
ISBN: 9788580576160
Sinopse: Annie - Aos onze anos, Annie é uma garotinha corajosa o suficiente para encarar sozinha as ruas de Nova York perseguindo seu grande sonho: encontrar os pais. Deixada por eles em um orfanato quando ainda era um bebê, com pouco mais que um bilhete informando que voltariam para buscá-la, a menina leva uma vida difícil sob o comando da malvada Srta. Hannigan, diretora do lugar. Cansada de esperar que os pais retornem, Annie foge do orfanato e enfrenta as mais inesperadas desventuras. Sua sorte parece estar prestes a mudar quando ela é escolhida para passar as festas de fim de ano na mansão de um rico empresário. Mas será que Annie finalmente conseguirá realizar seu sonho e escapar da dura vida do orfanato?  (Skoob).
Um conto de fadas encantador e com todo o amor do clima de natal.


Annie é uma órfã de onze anos que foi deixada, ainda bebê, na porta de um orfanato em uma noite de um dia 31 de dezembro com um bilhetinho contendo seu nome e a promessa de que seus pais voltariam algum dia para buscá-la. Portanto, em todas as vésperas de ano novo, Annie se senta na janela de seu dormitório e espera pelo retorno de seus pais.

Não sei vocês, mas ambientes como orfanatos e colégios internos sempre me chamam atenção. Apesar do primeiro deles ser bastante triste e quase sempre são narrados como um lugar desacolhedor e isso não é diferente neste livro.  Annie e as órfãs passam por maus bocados nas mãos da senhorita (colocar o nome), mas mesmo nestes momentos há um toque de graça.

Já na introdução do livro Meehan conta que Annie era uma personagem de uma tirinha famosa de um jornal popular na década de (colocar o ano) nos Estados Unidos e a ideia de escrever um livro sobre ela, surgiu depois que ele tinha escrito o roteiro do famoso musical da Broadway baseado também nestas tirinhas. Ele também fala um pouco sobre o processo de criação do livro e a escolha dos personagens e ambientação da história e foi neste precioso momento que o autor ganhou minha total atenção.

A história se passa em Nova York em 1933 durante a Grande Depressão e até mesmo o aclamado presidente Roosevelt se tornou um personagem, o que faz com que o leitor visualize este período sem perceber que está aprendendo.

Annie foge do orfanato e vai parar nas ruas em um período onde grande parte da população está desabrigada, desempregada e sem esperanças. É assim que a aventura começa e somos apresentados a diversos personagens – bons e maus, fortes e fracos, ricos e pobres – e aprendemos que ainda que o sol não nasça amanhã, a vida precisa ser vivida.

Meehan dá voz a uma garotinha de personalidade forte, cheia de atitude e muito positiva. Para Annie o futuro sempre guarda algo melhor, essa é a maior lição do livro e me fez refletir várias vezes sobre a felicidade contida nas pequenas coisas e, é claro, me fez lembrar de Pollyanna – uma personagem clássica que vale a pena ser conhecida.

Não contei muito sobre a história para não estragar a sua leitura, mas se você está procurando um bom livro infantil com ar de conto de fadas, Annie tem tudo para te cativar. A escrita é agradável e bem simples, afinal o livro foi escrito para crianças, os personagens foram bem criados e a ambientação dá um toque a mais a história.



 *Livro cedido para resenha pela editora.

You May Also Like

0 comentários