Simplesmente Acontece - Cecelia Ahern

by - março 05, 2015

TÍTULO: Simplesmente Acontece
SÉRIE: -
AutorA: Cecelia Ahern
EDITORA: Novo Conceito
ANO: 2015
PÁGINAS: 448
ISBN: 9788581636696
Sinopse: Você acha que é possível existir amizade verdadeira entre um homem e uma mulher?
O que acontece quando duas pessoas que foram feitas uma para a outra simplesmente não conseguem ficar juntas?
Desde crianças, Rosie e Alex viviam juntos. Todo mundo achava que eles tinham nascido para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família de Dublin para os Estados Unidos.
Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de e-mails, mensagens de textos, cartas, cartões-postais... Ele se tornou um cirurgião renomado... Ela continua correndo atrás do sonho de trabalhar em um hotel luxuoso. Os desencontros, as circunstâncias e uma absurda falta de sorte os mantiveram longe um do outro – até agora.
Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples.
Resta saber se eles vão ter coragem de apostar tudo, inclusive a própria amizade que os une, num amor para a vida inteira. Que tipo de surpresa o destino reserva para eles desta vez?
Cecelia Ahern nos presenteia com outra de suas histórias de amor mais do que possíveis, mas não por isso menos mágicas... Os personagens de Simplesmente Acontece são cativantes e supercomuns – e é justamente por isso que torcemos tanto para que sejam felizes. As lições deste livro? A vida passa rápido, e alguns erros, mesmo que pareçam bobos, podem carregar você para longe da felicidade.  (Skoob).
Uma comédia romântica digna de sessão da tarde com balde de pipoca e brigadeiro de sobremesa.

Simplesmente acontece me provocou sensações maravilhosas ao embarcar na vida de Alex e Rosie. E me fez desejar voltar a infância só para cultivar uma amizade tão intensa quanto a deles.


A história gira em torno de Rosie e Alex. Eles se conheceram ainda no jardim de infância e conseguem manter a amizade por anos e anos. Os protagonistas passam por diversas situações, juntos e separados, e estes acontecimentos nos vão sendo contados através de diversas correspondências.

Eu nunca tinha lido um livro narrado totalmente por meio de cartas, e-mails, mensagens e afins, mas posso dizer que esta primeira experiência foi deliciosa. Não sei se foi a escrita da Cecelia e a forma leve que ela contou esta história ou se foi a narrativa diferente que me fez apaixonar e me viciar na leitura, o fato é que só desgrudei deste livro quando ele chegou ao fim. Era como se eu tivesse aberto aquela caixa onde guardo cartas e bilhetinhos antigos e estivesse relendo alguns sem o mínimo de vontade e coragem para fechar a caixa novamente.

Sabe aquela nostalgia que te invade quando você assiste a um filme do tipo “Meu Primeiro Amor” ou “ABC do amor”? – quer dizer, eu não sei vocês, mas eu sempre fico muito nostálgica com este tipo de filme – é exatamente isto que acontece durante toda a leitura de Simplesmente Acontece. É um misto de prazer, saudade e muitas e muitas gargalhadas.

Os personagens deste livro são muito reais e facilmente identificáveis com os leitores. Tanto Rosie, quanto Alex são extremamente esmiuçados e, assim, conhecemos todos os seus pontos fortes e fracos – e são MUITOS altos e baixos e encontros e desencontros nesta história. Além disto, os personagens secundários ganham muito destaque e contam suas histórias, sejam elas entrelaçadas ou não com a história dos protagonistas. As crianças da segunda geração e Ruby (amiga de Rosie) roubam a cena diversas vezes.

Uma história tão doce quanto um chocolate e tão nostálgica quanto passar a tarde vendo fotografias e vídeos antigos.

Ponto forte: A escrita é ágil e instigante e isto torna a leitura impossível não querer avançar mais e mais!

Ponto fraco: O livro é longo demais. Não, eu não estou reclamando do tamanho do livro em si, estou reclamando do tempo que as coisas levaram para chegar ao destino final. O livro pode ser enorme quando a trama exige, mas, neste caso, esta história poderia ter sido contada em menos páginas e menos anos. Justamente por isso, acredito que vou gostar mais do filme do que do livro.

You May Also Like

0 comentários