Auggie & Eu - R. J. Palacio

by - janeiro 05, 2016


Se você ainda não conhece a história do Auggie, pare tudo o que estiver fazendo agora e vá ler Extraordinário imediatamente. Ok, estou sendo chata, eu sei! Mas é sério, desde que eu conheci essa história, eu não consigo não querer disseminar estas palavras pelo mundo. 

R. J. Palacio deveria se tornar leitura obrigatória para todos os habitantes do planeta Terrra, aliás, de todo o Universo. Bom, acho que já deu pra notar que eu amei este o livro e o antecessor dele, não é mesmo? Mas, se eu não te convenci ainda, vou te dar alguns motivos para lê-los:
  • Auggie é um dos personagens mais doces, incríveis e corajosos que já conheci e ele só tem 10 anos;
  • Crianças não são anjinhos como estamos acostumados a falar, mesmo no fundo sabendo que sim, eles podem ser cruéis;
  • Nós devemos aceitar as diferenças e se importar mais com o interior das pessoas;
  • Ter amigos é a coisa mais incrível do Universo;
  • Errar é humano e, sim, podemos corrigir nossos erros;
  • E, o que tem de errado em ser nós mesmos? Então, chute o balde, mostre o seu eu e seja feliz!


Auggie & Eu traz três contos de três personagens que conhecemos no livro Extraordinário. O primeiro deles é O capítulo do Julian, que nos conta um pouco mais sobre o personagem que foi taxado como vilão em Extraordinário. 

Julian foi o responsável por tornar a vida de Auggie no colégio um verdadeiro inferno, mas o que nós desconhecíamos era que por trás de todas as maldades, existia um garoto que estava em formação e que precisava de um adulto para guiá-lo.

Neste conto, Julian nos mostra como foi conhecer o Auggie e como isso influenciou a sua vida. Reconhecemos que ninguém é cem por cento bom ou cem por cento mau, todos nós agimos um pouquinho como o Julian, seja por medo, seja por inveja ou por qualquer outro motivo. 

Conhecer o Julian através da sua voz, foi mágico. Eu comecei detestando ele e terminei amando-o. 

O ponto alto deste conto, com certeza, foi a conversa do Julian com sua vó. Foi uma cena memorável e muito emocionante.


O segundo conto é Plutão e eu já falei dele aqui, mas vale confirmar que este texto reflete bem o valor de uma amizade e o quanto nos doamos aos nossos amigos.

O personagem em questão é o Christopher que é o amigo mais antigo de Auggie e através da sua narrativa, nós vamos conhecê-lo melhor e entender como o simples fato de ter um amigo extraordinário, mudou completamente a sua vida.


Por fim, temos o conto da Charlotte, a garota que recepcionou Auggie no colégio.

Confesso que este foi o conto que eu mais gostei, apesar de ter me emocionado muito mais com os outros dois. O fato é que eu me identifiquei com a personalidade dela e como gostamos das mesmas coisas, eu consegui me aproximar mais e até mesmo me transportar para a época em que eu tinha a sua idade.

Charlotte é o tipo de aluna exemplar e está sempre tentando ser melhor, não no sentido de querer humilhar o outro, mas no sentido de ultrapassar seus limites. No ano em que Auggie chega ao colégio, ela está se preparando para uma apresentação de dança importantíssima. Mas, mesmo em meio a suas obrigações, ela não deixa de se envolver na confusão que estava rolando no colégio e tentar arrumar tudo.

Recomendo muitíssimo a leitura deste livro. Tenho certeza que você vai se apegar ainda mais a estes personagens e desejar, assim como eu, que a R. J. Palacio nos traga mais e mais histórias extraordinárias.

Informações:
Autora: R J Palacio
Editora: Intrínseca
N° de páginas: 326
Adicione no Skoob!
Livro cedido para resenha pela editora.

You May Also Like

0 comentários