TV Shows | 3 séries do túnel do tempo

by - agosto 13, 2017


Hoje é dia 13, mas na verdade esse era o post do dia 08/08/17 ( meu dia ♥), só que não contei com astúcia de que iria ser uma correria só pra aproveitar o niver e cumprir com minhas obrigações de estudos e quando vi estava tudo bagunçado. Então, o BEDA ficou meio quebradinho, mas vou arrumar isso postando em dobro em alguns dias.

O fato é que a nostalgia bateu solta aqui quando estava no limbo da internet e acabei vendo um episódio de Dance Academy e que me levou a pensar em várias séries que eu assistia antigamente e amava.


Como amante e praticante do balé, eu não poderia deixar de acompanhar Dance Academy. Essa série era transmitida no canal Boomerang aqui no Brasil e mostrava a história da Tara, uma garota de 16 anos que acabou de ser aprovada para estudar na Academia Nacional de Dança da Austrália e terá que enfrentar os desafios de viver longe da família, já que a Academia fica em Sidney e ela é do interior. Além disto, ela tem que provar pra si e para os outros que merece estar ali e lutar para se formar e realizar o seu sonho de se tornar uma grande bailarina. É uma série teen cheia de dramas, romances e trapalhadas. E a melhor parte, na minha opinião, é todo o clima da Academia e a forma como eles mostram como é viver para a dança.


Zoey 101 era uma daquelas séries da época mágica da Nickelodeon. Eu adorava acompanhar quase tudo que passava por lá e ficava alternando o tempo todo entre a Nick e o Disney Channel. Foi aí que conheci Zoey 101, uma série despretensiosa sobre uma garota que se muda para um colégio interno e precisa aprender a conviver com duas colegas de quarto que vivem em guerra, seu irmão mais novo sofrendo bullying e ainda uma paixonite por seu melhor amigo. Jamie Lynn Spears, irmã caçula da cantora Britney Spears interpretava a Zoey Brooks e ainda tinha Victoria Justice no papel da Lola. O PCA (Pacific Coast Academy - o colégio da série) era o lugar mais legal do mundo e eu ficava loucamente me imaginando por lá. Foi uma época maravilhosa da minha vida, tanto que eu tinha a chave de casa em uma correntinha igual a Zoey.


Por fim, Hannah Montana, era aquela série que me fazia perder horas e horas gargalhando em frente a TV. Foi com ela que conheci a Miley e me tornei super, ultra, power fã do trabalho dela e cantava loucamente as músicas mesmo não sabendo quase nada da letra, principalmente "The Best Of Both Worlds" que era a abertura mais viciante de todas. Além disto, "cacetada" ainda é uma gíria que uso hahahahaha. Acompanhar o crescimento da Miley através da série foi maravilhoso e estou imensamente feliz por ela estar retornando as origens.

You May Also Like

0 comentários