7 livros para falar sobre suicídio | Setembro Amarelo

by - setembro 12, 2017


Alguns livros vem e passam, mas outros deixam uma marquinha em nossos corações. Hoje vim falar sobre estas sete obras que tratam de um assunto delicado, mas que precisa ser discutido, principalmente entre os jovens: o suicídio.

A maioria deles vai mostrar a perspectiva de quem ficou, ou seja, daqueles que perderam alguém para o suicídio. Porém, em Por Lugares Incríveis, quem narra a história são dois adolescentes que se conhecem no topo do prédio do colégio, quando ambos estavam decididos a tirar a própria vida. É uma história cruel, dura e necessária que vai mostrar o nascimento de uma amizade improvável, e, sobretudo, vai falar sobre perdas e perdão. 

Em A playlist de Hayden, o protagonista é um garoto que terá que lidar com a perda de seu melhor amigo que cometeu suicídio e deixou uma playslit para ele. Então, Sam vai descobrir o seu próprio eu e conhecer melhor seu amigo através dessas músicas. É angustiante se colocar no lugar de Sam e imaginar um mundo sem uma pessoa que você ama muito.

Em Cartas de Amor aos Mortos e O último Adeus, as perdas são ainda mais complicadas. Lauren, do primeiro, perdeu a irmã mais velha e Lex, do segundo, perdeu o irmão mais novo. Ambas precisam lidar com todo esse sofrimento e encontram na escrita um refúgio. Lauren começa a escrever cartas para alguns artistas mortos e Lex tenta manter um diário depois de uma recomendação do seu psicólogo. É através desse refúgio delas que vamos descobrindo mais sobre a vida antes e como tudo o que aconteceu afetou quem ficou.

Os 13 porquês dispensa um pouco os comentários, já que dificilmente alguém ainda não sabe sobre o que este livro fala, mas basicamente somos entregues aos motivos pelos quais um adolescente pode chegar a desistir da vida. Também há a visão de um amigo especial que perde a garota dos sonhos e não pode fazer nada sobre isso.

Em Orange, um grupo de amigos precisa lidar com a perda de um de seus amigos, mesmo depois de 10 anos ainda há muita dor. Essa série de mangás está completa em 5 volumes e a narrativa intercala quando eles eram adolescentes e o futuro, quando estão com 26 anos. Desta lista, este é o único que tem um pouco de ficção científica no meio já que Naho, a protagonista, recebe uma carta do seu eu de 26 anos tentando fazer com que ela, aos 16 anos, mude alguns eventos para salvar o Kakeru.

Já em Quem é você, Alasca, o evento acontece no meio da narrativa e é extremamente complicado. Não posso falar muito sobre este livro para não estragar a experiência de leitura, mas posso dizer que ele consegue transmitir um pouco da dor que a notícia de um suicídio causa.

Estes são os livros que mais conversaram comigo sobre a depressão e o suicídio e todos eles foram importantes pra mim de um jeito especial.

You May Also Like

2 comentários

  1. Faz um tempo já que quero ler A Playlist de Hayden, parece ser muito bom. Por Lugares Incríveis é meu queridinho. Apesar de ser sobre um tema pesado o livro é tão bom :))
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um tema necessário, mesmo sendo pesado né. Eu fico um caco depois que leio, mas costumo gostar muito de todos os livros que me fazem refletir bastante ♥
      Beijocas!!!

      Excluir