MOVIE | Three Generations (Meu nome é Ray)

by - junho 08, 2018



Meu nome é Ray é um filme sobre um garoto transgênero. Ray nasceu menina, mas desde os quatro anos já se reconhecia como garoto. A história começa com a mãe da Ray, a avó e sua namorada em um consultório com uma psicóloga para discutir a cirurgia de mudança de sexo dele.

O filme questiona diversos tópicos que são extremamente comuns entre os jovens que passam por essa ou outra situação semelhante. Ray mora com a mãe em um apartamento que fica basicamente dentro do apartamento da avó dele, por isso o filme também se chama "Três gerações". A relação entre eles é algo muito bonito, mas como em todas as relações familiares tem suas falhas.

A avó de Ray é lésbica e só se assumiu anos depois, mas se você pensa que por estar inserida na comunidade LGBT, ela será compreensiva, você está enganado. Ela vai questionar as decisões do Ray e isso acaba por refletir nas decisões da mãe dele que começa a se questionar, principalmente, quanto a cirurgia.


Este é um daqueles filmes que abordam diversos assuntos sem parecer que está tudo no raso. Além desta decisão importante, Ray não conhece o pai biológico e por conta dos papeis de autorização para a cirurgia, irá em busca deste homem.

Com cenas fortes, principalmente entre a família, eu me emocionei, me indignei e festejei junto com os personagens. Aliás, a construção de todos eles está impecável, não tem ninguém ali perfeito ou imperfeito na totalidade, eles são, sobretudo, humanos com nossos erros e acertos.

No todo, é um filme que eu super indico para aquelas tardes que não conseguimos escolher nada no catálogo da Netflix. Então, prepare a pipoca e depois venha me contar o que achou! 


You May Also Like

0 comentários